Anjos pelo caminho



Ela gostava de ir ao trabalho escolhendo o caminho mais bonito… passando por aquela rua cheia de árvores, que era possível andar aproveitando suas sombras e sentir o frescor do vento nos cabelos.

Mas aquele era um dia triste… Ela estava com fone de ouvido e som alto para não conseguir nem ouvir o barulho de seus pensamentos.

Quando ficava assim, gostava de caminhar por longos trajetos ouvindo música e tentando esquecer dos problemas, mas no geral, no seu silêncio ficava pensando sobre os problemas e suas soluções.

De repente, um barulho cortou o “silêncio” do som das músicas e foi possível sentir um vento mexendo em sua saia por trás.

Ao se virar, a visão era, de certa forma, assustadora e de alívio.

Um galho, bem grande e pesado, quebrou de uma das árvores e, segundos depois dela ter passado, caiu no chão.

De fato, poderia ter sido em cima de sua cabeça, mas não foi. Era a única coisa que se pensava.

De longe, sem conseguir identificar de qual dos prédio vinha, uma voz disse: Um anjo te salvou!

Ela só conseguiu responder: Graças a Deus!


0 visualização

Todos os Direitos Reservados  -  Pris Cardozo