Decoração de lojas e stands - um guia prático para conquistar clientes

Independente do seu ramo de atuação, saber como expor seus produtos é fundamental para atrair a clientela e fazer com que mais produtos se vendam por si só.
Parece irrelevante, mas há meios de ajudar a alavancar as vendas e facilitar sua administração de estoque.

Passo 1: Decoração

Entenda o tamanho de seus espaço:
Loja, stand, barraca...
Ele é grande, pequeno, tem limitação de utilização entre outras características...
Através de seu tamanho e regras de utilização, será possível definir quais os materiais que você vai conseguir aplicar para compor seu espaço e organização.
Tendo uma loja fixa fica muito mais fácil montar um projeto de decoração. Uma vez que ele será produzido e executado uma única vez ou de tempos em tempos conforme a necessidade de repaginada ou manutenção.
Se sua marca participa de eventos ou é itinerante, o planejamento de decoração fica mais difícil, uma vez que em cada evento o espaço pode variar e regras de utilização também.
Para esses casos utilize móveis desmontáveis, para fácil locomoção e adaptáveis a diversos tamanhos de espaço.
Em ambos os casos, o ideal é seguir um padrão de estilo, preocupando-se com a maneira como os produtos estarão expostos.
Não crie empecilhos para que seus clientes vejam o que está vendendo. Tirando os produtos de alto custo, que precisem ficar guardados e protegidos, os outros podem ficar à mostra e próximo ao toque do consumidor.
Quando um cliente precisa ficar pedindo para ver cada bijuteria ao vendedor, muitas vezes acaba desistindo. Talvez ele tendo a facilidade de acesso aos mesmos, seu interesse por mais produtos seja maior.
Já reparou como a maioria se sente mais confortável em comprar em lojas de departamento? Nelas o comprador pode olhar, pegar, procurar seu tamanho e experimentar sozinho. 
Tenham isso em mente ao montar o esquema de exposição de sua marca.
Mas como montar uma decoração?
Você pode pedir ajuda a profissionais. Mas nada impede que faça isso sozinho, pois tudo começa com seu gosto, as características de sua marca e o publico alvo.
Se sua marca é focada nos jovens, sua decoração precisa ser a mais moderna e na moda possível. Assim, de cara, vai chamar atenção das pessoas desejáveis. Seu gosto pessoal deve ser levado em consideração, uma vez que, sendo sua, a marca deve ser algo com que você se identifique.
Imagine: Sou dona de uma loja de roupas, gosto de vermelho, meu público é de mulheres de 15 a 80 anos, minha logo possui desenhos geométricos e cor laranja e nos eventos que participo tenho um espaço pequeno e não é permitido colar, pregar ou prender nada.
Vou montar uma decoração que ligue esses pontos específicos. Assim, quando olharem para meu espaço de exposição vão lembrar da minha marca: etiquetas de preço laranja, quadros decorativos em formas geométricas e araras com detalhes em vermelho e que sejam desmontáveis.
Em lojas, as cores das paredes e o chão são pontos que podem ser trabalhados para criar um estilo. Para stands, existem opções de material que imita pisos e são vendidos a metro, o que deixa um ar de personalidade e aconchego ao espaço. Pense nisso... Tapetes também são bem vindos.

Se você trabalhar com itens de venda pequenos opte por móveis mais claros, no estilo clean. Assim os produtos chamarão mais atenção que a decoração.
Para quem não se sente tão a vontade nessa empreitada, siga o minimalismo: única cor, linhas retas e pouca poluição visual.

Preocupe-se com os detalhes. Para marcas bem femininas, que tal flores decorando? Se for mais eclética, que tal um clima retrô? Se vender maquiagem, que tal decorar com espelhos com várias formas e molduras?
Outro exemplo: Trabalho com doces,gosto de coisas rústicas e resolvi investir em uma food bike. Que tal pinta-la nas cores de sua logo? Legal também é colocar um tapete de gramado sintético... assim ela não ficará no chão do evento sem nenhum clima aconchegante. Seus doces podem ficar expostos em cestinhas... e você pode usar mesas de madeira desmontável na cor crua, assim não haverá conflito com a embalagem dos docinhos... Ao invés de quadros ou placas, que tal usar um quadro negro com a listagem dos produtos em giz de cera?








Imagens retiradas da internet
Então, depois disso tudo, o dever de casa é esse:

1 - o que você vende?
2 - para quem você vende?
3 - você vende para o público que deseja?
4 - quais as características desse público?
5 - tenho uma logomarca definida e agradável?
6 - quais são as cores predominantes da minha marca?
7 - qual o estilo que me agrada?
8 - posso gastar quanto em decoração?
9 - preciso de ajuda ou posso decorar sozinho?
10 - Quais as limitações na utilização do espaço?

Com essas 10 respostas você vai conseguir um caminho para começar ou aperfeiçoar o que já tem.
Qualquer dúvida, entre em contato.